O que é Marketing Digital

O que é Marketing Digital
Rate this post

Nem milhares, nem milhões, o total de usuários que a internet tem hoje em dia é algo em torno de 3,4 bilhões de pessoas. Aproximadamente 40% de toda a população do mundo!

E, em relação ao Brasil os números ficam ainda mais interessantes.

De acordo com uma Pesquisa Brasileira de Mídia 2015 Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República – Hábitos de consumo de mídia pela população brasileirao brasileiro conectado à web passa em média 4h59min por dia ligado na rede. Isso é mais tempo do que a média gasta com TV ou rádio no país.

Resumindo: com tanta gente de olho no que acontece nas redes sociais e procurando informações direto no Google, não é de se admirar que o ambiente digital seja o melhor para a sua empresa estar. E como ganhar destaque por ali? Através do Marketing Digital.

O que é marketing digital

Marketing digital é uma extensão do marketing que envolve ações dentro do ambiente digital. E aí estamos falando de sites, blogs, redes sociais, aplicativos para smartphones, vídeos do Youtube, emails… praticamente tudo que envolva a internet.

Agora, muito se engana quem acha que o marketing digital é algo novo, que ainda está em fase experimental.

Em 1986 foi criado o primeiro software de gestão de dados digital da história. Já na década de 90, ocorreu um aumento pesado do investimento na criação e venda de sistemas para aprimorar o contato das empresas com os funcionários e os clientes através do ambiente digital.

E, nos anos 2000… bem, aí muita gente já estava na internet, o Google já dava as cartas na web e também começaram a surgir as primeiras grandes redes sociais

Vantagens do marketing digital

Justamente por rodar em um mundo online, o marketing digital surge com várias características positivas em comparação com os formatos de marketing offline. Por exemplo, por não lidar com impressão em papel ou veiculação em grandes emissoras, o processo de produção do marketing digital é mais rápido.

Mas não para por aí: o marketing digital também ganha pontos por ter um sistema de acompanhamento de resultados melhor e mais preciso do que o de qualquer meio offline. Além disso, se algo der muito errado ou muito certo em sua campanha, é possível fazer correções ou aperfeiçoamentos com ela ainda em andamento.

Por isso, o marketing digital é a melhor maneira de aumentar a visibilidade da sua marca e gerar novos negócios nos dias de hoje.

Aquisição de tráfego

Gerar conversões

“Visitantes”, “usuários”… quando afinal vamos falar de clientes por aqui? Nesse exato momento!

Claro que existem estratégias de marketing digital nas quais o mais importante é só aumentar a quantidade de gente acessando um certo endereço da rede. Porém, em boa parte do tempo, o que interessa mesmo é converter esses usuários em clientes.

Em uma estratégia de marketing digital, a conversão de visitantes em clientes é feita com conteúdos que esclarecem as dúvidas e objeções do seu público-alvo. Assim, eles se sentirão mais preparados para comprar o seu produto na hora certa.

Então você gostou do marketing digital, colocou seu primeiro projeto online e agora precisa trazer visitantes para ele. Como fazer isso?

Para gerar acessos no seu site, existem duas opções: o tráfego orgânico e o tráfego pago.

O orgânico é aquele que não exige pagamento para ser feito. Por exemplo, quando as pessoas chegam até um blog apenas com uma busca pelo Google.

Já o pago é o contrário: uma quantia precisa ser investida para que anúncios e posts sejam impulsionados, alcançando mais pessoas do que o orgânico conseguiria.

E existe um tipo que é melhor? Na verdade não. Tanto o tráfego orgânico quanto o pago têm seus prós e contras e por isso, boa parte das marcas que fazem sucesso na web acabam atraindo visitantes com os dois tipos.

Marketing de conteúdo

Através do marketing de conteúdo, um dos braços mais interessantes do marketing digital, sua empresa consegue atrair e conquistar clientes de uma maneira bem mais simples e inteligente do que no marketing tradicional.

Tudo isso através da criação de conteúdos– posts para blogs, ebooks, podcasts, vídeos, etc – que sejam úteis para o usuário e o que o levem a confiar e a se interessar pela sua marca, seus produtos e serviços.

Mas como isso funciona na prática?

Cada cliente até chegar a decisão de compra passa por um processo conhecido como a Jornada do Cliente. Ela é dividida em 4 partes:

1. Aprendizado e descoberta
Sintomas de um problema ou de uma oportunidade são expressados e, por isso, conteúdos educativos como ebooks básicos e tutoriais são acessados;

2. Consideração da solução
O problema ou a oportunidade já são conhecidos e definidos. A busca por conteúdos nessa fase se concentra em entender mais sobre as soluções para o problema ou como aproveitar a oportunidade. Materias como ebooks avançados e guias são os mais recomendados.

3. Decisão de compra
A estratégia da melhor solução foi definida e depoimentos que ajudem a tomar a decisão de qual fornecedor escolher são procuradas em materiais como cases de sucesso e testes gratuitos podem ajudar.

4. Ação
Nessa última etapa, a compra do produto ou serviço é realizada, colocando um fim no problema.

Sabendo dessas etapas é possível construir um conteúdo mais atrativo, no momento ideal para a pessoa certa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *